flyer

 

Universidade Federal do Rio de Janeiro

Fórum de Ciência e Cultura

Sistema de Bibliotecas e Informação

Divisão de Memória Institucional

 IX Seminário Memória, Documentação e Pesquisa:

políticas de preservação, disseminação, processamento técnico e segurança de acervos raros nas instituições públicas

18 e 19 de Setembro de 2018

UFRJ – Praia Vermelha - Salão Muniz de Aragão no Palácio Universitário

Este evento é organizado pela Divisão de Memória Institucional do Sistema de Bibliotecas e Informação (SIBI) da Universidade Federal do Rio de Janeiro que desenvolve atividades permanentes de pesquisa, com o objetivo de viabilizar mecanismos para o diagnóstico, a identificação, a assessoria técnica e a difusão de acervos documentais escritos, iconográficos, cartográficos, arquitetônicos, artísticos e orais que representem a história e a memória da UFRJ. Concomitante às pesquisas realizamos anualmente a série de Seminários Memória, Documentação e Pesquisa. A nona edição desse ano contemplará a temática: políticas de preservação, disseminação, processamento técnico e segurança de acervos raros nas instituições públicas.

Informações: memoria.sibi.ufrj.br

E-mail de contato: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

INSCRIÇÕES

As incrições como ouvintes no IX Seminário Memória, Documentação e Pesquisa a partir de agora devem ser feitas presencialmente no credenciamento do evento no 2º andar do Palácio Universitário próximo ao Salão Muniz de Aragão, no campus da Praia Vermelha da UFRJ.

PROGRAMAÇÃO

Dia 18 de Setembro de 2018

8h30 - Credenciamento

9h – Solenidade de Abertura do Seminário

Reitor da UFRJ - Roberto Leher

Coordenador do Fórum de Ciência e Cultura - Carlos Vainer                                                                                                                                                                                                           

Coordenadora do Sistema de Bibliotecas e Informação - Paula Maria Abrantes Cotta de Mello

Diretora da Divisão de Memória Institucional - Andréa Cristina de Barros Queiroz

9h30 – Conferência 1: A Biblioteca Universitária: patrimônio bibliográfico e preservação. Fabiano Cataldo de Azevedo (UNIRIO)

Coordenação: Andréa Cristina de Barros Queiroz (SIBI/UFRJ)

12h – Almoço

13h Diálogos 1: Um panorama das Obras Raras da UFRJ. Paula Abrantes Cotta de Mello (UFRJ)

Coordenação: Elaine Baptista de Matos Paula (SIBI/UFRJ)

14h – Mesa-redonda 1: Preservação, Conservação e Processamento Técnico de Acervos Raros

Coordenação: Algacilda Alves da Conceição (SIBI/UFRJ)

Processamento técnico do arquivo pessoal "Carlos Portela". Augusto Brito Montano (Arquivista/UFRJ)

Critérios para a seleção da produção científica documental a ser disponibilizada em repositório institucional universitário. Fábio Mendes Ferreira (Bibliotecário/UFRJ)

Produtos e materiais elaborados para preservação da memória, disseminação e divulgação de acervos raros: experiência exitosa na coleção bibliográfica do professor Djacir Menezes. Francisco Welton Silva Rios (Bibliotecário/ Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins) e Ana Néri Barreto de Amorim

Dia 19 de Setembro de 2018

9h30 Conferência 2: Raridade bibliográfica e preservação documental: conexões teóricas e oblíquas. Andre Vieira de Freitas Araujo (UFRJ)

Coordenação: Andréa Cristina de Barros Queiroz (SIBI/UFRJ)

12h – Almoço

13h – Diálogos 2: Preservar para divulgar: os desafios do bibliotecário de obras raras. Um relato de experiência com o acervo da EBAOR. Rosani Godoy (UFRJ)

Coordenação: Samantha Eunice de M. M. Pontes (SIBI/UFRJ)

14h – Mesa-redonda 2: Preservação e Segurança de Acervos Raros

Coordenação: Mell Longuinho Andre Siciliano (SIBI/UFRJ)

A centenária Biblioteca do Museu Nacional e a formação de seu acervo raro. Maria José Veloso da Costa Santos (Docente CBG/UFRJ)

O Museu Nacional/UFRJ e sua coleção de obras raras: uma questão de segurança patrimonial. Leandra Pereira de Oliveira (Bibliotecária/UFRJ) ; Edson Vargas da Silva (Bibliotecário/UFRJ)

 

PUBLICAÇÃO

Orientações para Apresentadores deTrabalho e Autores

1) Os apresentadores de comunicação oral deverão se inscrever até 07 de Setembro de 2018;

2) Os apresentadores de comunicação oral deverão submeter, no ato da inscrição, 1 (um) resumo do trabalho e até 60 (sessenta) dias após a realização do Seminário o texto completo;

3) Cada apresentador/a só poderá submeter 1 (um)  resumo e 1 (um) texto completo;

4) Os resumos e os textos completos serão submetidos à Comissão de Avaliadores Ad hoc e deverão atender aos seguintes critérios:

          A)   Relevância das propostas com a temática do Seminário;

          B)   Clareza na exposição das ideias e construção dos argumentos;

          C)  Coesão textual e conclusão;

          D)  Apresentação de todas as referências citadas no texto.

5)  A inscrição de trabalho de comunicação oral poderá ser de um/a autor/a ou de coautores, desde que devidamente cadastrados na página eletrônica do Seminário;

6)  Não será permitida a inclusão ou exclusão de coautores após o prazo final da submissão do resumos e textos.

7)  Não serão aceitas as submissões de mais de um resumo. A Comissão Organizadora irá considerar apenas a data da primeira submissão;

8)  O conteúdo dos resumos e dos textos é de inteira responsabilidade dos autores.

Normas de formatação dos textos completos

Os textos completos dos trabalhos apresentados deverão seguir a formatação descrita abaixo. Não serão aceitos e consequentemente não serão publicados os textos que não estiverem de acordo com esta formatação.

Formatação Geral

Fonte Times, corpo 12, espaçamento simples e margem justificada. No mínimo 15 e no máximo 20 laudas contando com as referências bibliográficas.

O título em letra maiúscula e em negrito. Não utilizar sublinhado e utilizar itálico apenas para grafias estrangeiras.

Na linha abaixo do título, inserir o/a autor/a ou os/as autores/as. A identificação da autoria deve ser colocada no rodapé no final da página, com dados acadêmicos e institucionais e e-mail.

As citações diretas no texto deverão ter no máximo 3 (três) linhas e ser antecedidas e finalizadas com aspas e apresentarem a referência bibliográfica da citação entre parêntesis no corpo do texto, por exemplo (QUEIROZ, 2017, p.7).

As citações maiores que 3 (três) linhas deverão ser apresentadas em texto recuado com parágrafo de 4 (quatro) cm e apresentarem a referência bibliográfica da citação entre parêntesis no corpo do texto, por exemplo (QUEIROZ, 2017, p.7).

As notas deverão ser apresentadas no rodapé da página e devem estar formatadas em Times; corpo 10.

A função das notas deve atender às explicações que se façam necessárias para à compreensão maior do texto, assumindo, contudo, uma relevância de segundo plano.

As referências bibliográficas devem ser apresentadas no final do texto, seguindo as Normas da ABNT.

Poderão ser incluídas imagens, gráficos, quadros e/ou tabelas no texto. Em quantidade de no máximo de 6 (seis). Elas devem estar localizadas exatamente na ordem definida pelo autor. Toda figura deverá ser identificada, logo abaixo, com uma legenda em corpo 10; numerada e em sequência – Figura 1, Figura 2, Figura 3, Figura 4, Figura 5 e Figura 6. Toda legenda de figura deverá identificar a fonte e o lugar de onde foi retirada. As imagens devem apresentar a definição de 300 dpis e no formato máximo de 7 x 5cm.

UFRJ SiBI - Divisão de Memória Institucional da UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ